VENHA PARA O MELHOR!

Técnico em Analises Clínicas e Técnico em Enfermagem é com o Instituto Wanda Horta.

SEJA UMA REVENDEDORA BLOSSON VILLE E AUMENTE SUA RENDA...

TENHA UM SORRISO FELIZ

EM LUIS CORREIA - CONSTRUÇÃO E PESCA É COM O TIANGUÁ.

SORRISO ODONTO - RADIOLOGIA DIGITAL E RAIO X PERIAPICAL DIGITAL.

terça-feira, 12 de julho de 2016

publicidade


                           

sábado, 20 de fevereiro de 2016

Grávida na BA é estuprada na frente dos dois filhos; vizinha foi violentada


Crimes ocorreram no final da tarde de sexta-feira (19), em Barreiras.
Agressor matou dois cachorros para evitar barulho em local do crime.

Polícia divulgou imagem do suspeito do crime  (Foto: Divulgação / Polícia Civil)
Polícia divulgou imagem do suspeito do crime
(Foto: Divulgação / Polícia Civil)

Um homem invadiu duas residências na zona rural do município de Barreiras, no oeste da Bahia, e estuprou duas mulheres. Em uma das casas, a vítima foi uma grávida que estava acompanhada dos dois filhos, ainda crianças. As informações são do delegado Joaquim Rodrigues.
Os casos foram registrados no final da tarde de sexta-feira (19), em uma área localizada às margens do Rio de Contas. Conforme o delegado, o criminoso invadiu as residência das vítimas em sequência. Nas duas casas, ameaçou as mulheres com arma e cometeu o crime sexual. Para não chamar a atenção da vizinhança, o agressor chegou a matar dois cachorros que latiam muito.
Joaquim Rodrigues diz que o criminoso já foi identificado e tem um histórico de roubos seguidos de estupro no município. "Todos os roubos que pratica são seguidos de estupro", atesta. Sobre as duas vítimas, o delegado conta que ambas estavam muito abaladas e buscaram atendimento médico. "Foram expedidos guias de exames", relata. 
Rodrigues conta que o agressor, Jaelson Pereira dos Santos, já tem mandados de prisão em aberto e é considerado foragido. A polícia ainda não localizou o suspeito.

Colegas preveem dificuldades para Delcídio na volta ao Senado


Advogado diz que senador deve voltar às atividades já na segunda-feira.
Para senadores de governo e oposição, retorno causará constrangimento.

O senador Jader Barbalho (PMDB-PA) conversa Delcídio do Amaral (PT-MS) durante sessão no Senado, em abril de 2015 (Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado)
O senador Jader Barbalho (PMDB-PA) conversa Delcídio do Amaral (PT-MS) durante sessão no Senado, em abril de 2015 (Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado)
O senador Delcídio do Amaral (MS) vai encontrar um cenário complicado na volta às atividades no Senado. Pelo menos é o que projetam colegas de Delcídio ouvidos pelo G1. Os parlamentares preveem que o ex-líder do governo passará por "constrangimento" ao longo dos compromissos legislativos e sofrerá desgaste na defesa do mandato em processo por quebra de decoro parlamentar no Conselho de Ética da Casa.

Na sexta-feira (19), instantes antes de Delcídio deixar a prisão no 1º Batalhão de Trânsito da Polícia Militar do Distrito Federal (1º BPTran), Luís Henrique Machado, um dos advogados do senador, afirmou que Delcídio voltaria às atividades no Senado já na próxima segunda-feira (22).
O senador ficou quase 90 dias preso preventivamente por ter tentado, de acordo com a Procuradoria Geral da República (PGR), atrapalhar as investigações da operação Lava Jato. A prisão de Delcídio foi revogada pelo ministro Teori Zavascki, relator dos processos da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal(STF).
Para o senador Acir Gurgacz (RO), líder do PDT – partido da base aliada ao governo –, o ideal seria Delcídio solicitar licença das atividades parlamentares.
"Eu acho que não tem um clima bom para o Delcídio retornar ao Senado. Eu, se fosse ele, pediria licença por alguns meses e depois retornaria. Vejo a volta dele com muita dificuldade por tudo que aconteceu, tudo que tem que ser explicado", afirmou Gurgacz. "Vai ser um constrangimento para ele e para os demais senadores", completou o líder do PDT.
Na mesma linha, o senador da oposição Agripino Maia (DEM-RN), disse que Delcídio terá de lidar com uma situação "esquisita" na volta aos trabalhos.
"A situação em que ele voltará ao Senado será diferente da que ele deixou. Ele vai enfrentar um cenário atípico, uma situação esquisita, a que o Senado nunca assistiu", projetou. "Agora, eu quero saber como ele será recebido pelo PT, o partido dele. Qual será atitude do PT com relação ao Delcídio?", questionou Agripino.
No dia da prisão de Delcídio, em novembro de 2015, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, divulgou nota na qual dizia que o partido não se via obrigado a qualquer "gesto de solidariedade" a Delcídio, porque considerou que "nenhuma das tratativas atribuídas ao senador têm qualquer relação com sua atividade partidária".
A nota se refere à gravação feita por Bernardo Cerveró, filho do ex-diretor da PetrobrasNestor Cerveró, em que Delcídio aparece oferecendo dinheiro, apoio junto a ministros do STF e um plano de fuga a Nestor Cerveró para que ele omitisse o nome de Delcídio durante delação premiada.
A postura do PT foi lembrada nesta sexta-feira pelo líder do PMDB no Senado, Eunício de Oliveira (CE). Para Eunício, a nota de Rui Falcão foi determinante para que o plenário do Senado desse aval à prisão de Delcídio decretada pelo STF.
A decisão do Senado de manter Delcídio preso foi graças ao posicionamento do próprio partido dele"
Eunício de Oliveira (PMDB-CE)
"Não foi uma nota de solidariedade, pelo contrário. A decisão do Senado de manter Delcídio preso foi graças ao posicionamento do próprio partido dele", frisou Eunício.
G1 tentou, mas não conseguiu contato com o líder do PT no Senado, Humberto Costa (PT-PE), até a última atualização desta reportagem.Delcídio do Amaral está suspenso do PT por tempo indeterminado.
O senador Eunício de Oliveira também classificou a volta de Delcídio às atividades no Senado como "uma situação muito difícil" e lembrou que o ex-líder do governo ainda precisa enfrentar um desgastante julgamento no Conselho de Ética da Casa. "Ser solto não o libera do processo no Conselho de Ética".
O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), um dos autores da representação em desfavor de Delcídio no Conselho de Ética, disse que a situação de Delcídio é "incompatível com o decoro parlamentar" e quer que o processo de cassação do ex-líder do governo seja mais célere.
Um senador volta à atividade, mas continua na condição de preso domiciliar"
Randolfe Rodrigues (Rede-AP)
"O Delcídio pode até achar, na consciência dele, que não tem nada de errado, que é inocente, mas as circunstâncias são graves. Um senador volta à atividade, mas continua na condição de preso domiciliar. Não podemos ficar como se nada tivesse acontecido", disse Randolfe.
Os advogados de Delcídio do Amaral já protocolaram uma defesa prévia no Conselho de Ética. Eles alegam que as acusações contra o senador são insuficientes e que a gravação usada como prova foi obtida de maneira ilegal. Além disso, os advogados argumentam que, na conversa gravada, Delcídio não estava atuando como parlamentar e, por isso, a representação no Conselho de Ética não teria sentido.
A defesa pede ainda o impedimento do relator, Ataídes de Oliveira (PSDB-TO), argumentando que, por ser da oposição, Ataídes não tem isenção para ocupar o cargo. Se o colegiado atender ao pedido da defesa, pode haver um atraso no processo, pois será necessário escolher um novo relator por meio de sorteio.
Procurado pelo G1, o presidente do Conselho de Ética do Senado, João Alberto (PMDB-MA), disse que a revogação da prisão de Delcídio "em nada altera o processo contra o ex-líder do governo". Questionado sobre o clima que Delcídio encontrará no Senado, João Alberto não quis comentar.
Fonte: G1

quarta-feira, 10 de junho de 2015

RESTAURANTE STORIL EM LUIS CORREIA


Melhor restaurante do litoral piauiense. STORIL localizado em Luís Correia - PI. Com cardápio alacarte: peixes, crustaceos e carnes... Ótimo para reunião com amigos ou família. No centro da cidade. Venha assistir o jogo do time do seu coração em nossa sala vip. Ambiente climatizado e rústico.



A viga de madeira principal ameaça se romper por completo a qualquer instante.


eu estive no Instituto Histórico Genealógico e Geográfico de Parnaiba. Como todos sabem o prefeito que pra mim é um mentiroso, pois prometeu a reforma do instituto e não fez, está deixando o prédio a beira do abismo. A viga de madeira principal ameaça se romper por completo a qualquer instante. Bem, as imagens falam mais do que as palavras.

Mais de meio milhão de reais e ginásio de esportes do Barro Vermelho na cidade de Ilha Grande do Piauí, está londe de ser concluído. Pars o prefeito Herbert Silva, a culpa é do governo federal que deixou de enviar as parcelas do convênio e da empresa prestadora do serviço, que não teve cacife para concluir a obra. Agora o prefeito corre contra o tempo. Herbert,deve entrar na justiça para cancelar o contrato com a construtora que iniciou a quadra e realizar ainda neste mês uma nova licitação, usará recursos do próprio município enquanto o dinheiro de Brasília não vem. O que vcs acham disso?

A FADIRE está lançando em Parnaiba-PI o Curso Superior de Música e Teologia


A FADIRE está lançando em Parnaiba-PI o Curso Superior de Música e Teologia, já com inscrições abertas através do telefone 08633233646 ou 992713959 e 998047769 agende agora mesmo a sua vaga. Se preferir visite a sede da instituição localizada a Rua Beija Flor 1124 Conjunto Jardim dos Pássaros em Parnaiba. Temos diversos cursos superiores nas áreas de música, tecnologia da informação, história, letras, matemática, biologia, design de moda, administração, contabilidade e pedagogia. Agende hoje mesmo seu exame de adesão.

Presidente da Associação Comercial de Parnaiba, Luís Pessoa




Estive com o Presidente da Associação Comercial de Parnaiba, Luís Pessoa, contabilista assim como eu. Luís defendeu em Teresina mais uma vez as mudanças necessárias para o funcionamento da Junta Comercial em Parnaiba-PI.

Câmara de vereadores de Luís Correia.




Câmara de vereadores de Luís Correia. Na sessão de hoje o vereador Pedro do Leite marido da vice prefeita, criticou o estado das estradas vacinais da zona rural do município principalmente da região do Brandão. E o vereador Tiao do Caranguejo diz que os alunos da escola municipal próximo a praça no povoado Brajinho estão a mais de 20 dias sem merenda escolar e que os proprietários dos ônibus que deveriam fazer o transporte escolar, não estão fazendo suas rotas na zona rural por falta de pagamento. Enquanto isso, oa vereadores da situação ficaram caladinhos com o rabo entre as pernas.

COOTAXI LITORAL realizará a campanha de doação de sangue em Luis Correia


Hoje pela manhã com o Zequinha Machado na Câmara Municipal de Vereadores de Luís Correia. Ele nos deixa informado de que liderado pela COOTAXI LITORAL, será realizado nos dias 2, 3 e 4 de julho a Campanha para doação de sangue. Cujo doações serão repassadas para o HEMOCENTRO Parnaiba-PI, no final da campanha será realizada uma mostra gastronômica com a participação de todos os restaurantes da cidade. O evento será no Centro Integrado de Saúde "CIS". parcerias com Sec de Saúde de Luís Correia e HEMOCENTRO Parnaiba-PI e HEMOPI. Comemorando o dia nacional do cooperativismo.
Zequinha Machado colaborador

terça-feira, 2 de junho de 2015

Oferta de cursos de ensino superior chega à praia de Pedra do Sal


Divulgação

Jovens entre 16 e 22 anos da comunidade da Pedra do Sal participarão de uma palestra explicativa das diversas áreas do conhecimento oferecidas pela Faculdade Mauricio Nassau. O encontro será no dia 17 de junho no Clube Zé Militão a partir das 19 horas com a participação de coordenadores e professores da faculdade, jovens da comunidade e do serviço social do empreendimento Pure Resort, organizador da palestra.

“A Pure Resorts pretende despertar nos jovens a importância da qualificação especializada profissional em nível superior daí a necessidade de reunir jovens com as universidades existentes no município e sua variedade de cursos. A intenção é que a faculdade apresente os cursos aos jovens e estes possam se perceber dentro do conhecimento”, relatou Graça Rocha, assistente social da Pure Resort.

O empreendimento tem como objetivo fortalecer a economia da região proporcionando aprendizado e geração de aos moradores, segundo Graça Rocha.

Sobre A Pure Resorts
Com um conceito inovador em acomodações de luxo e uma filosofia ecológica, a Pure Resorts & Residences traz para o Brasil a sofisticação exclusiva de sua marca já consolidada. Com uma arquitetura moderna aliada as belezas naturais existentes nas regiões, o empreendimento terá no total cinco destinos diferentes com um serviço único de instalações e facilidades de primeira classe. A escolha para a implantação do projeto pioneiro no país foi o Nordeste Brasileiro e seu litoral paradisíaco.

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Aos prantos, amigos de vítimas fazem corrente de oração e pedem justiça


Direção suspendeu aulas após 4 estudantes serem brutalmente violentadas.
Vítimas permanecem internadas em Teresina por conta das lesões graves.

Catarina CostaDo G1 PI, em Castelo do Piauí
Alunos rezam na escola onde as quatro vítimas estudam (Foto: Ronaldo Mota)Alunos rezam na escola onde as quatro vítimas estudam (Foto: Ronaldo Mota)

Alunos da Unidade Estadual Francisco Sales Martins, onde as quatro garotas brutalmente violentadas estudam em Castelo do Piauí, no Norte do estado, realizaram nesta quinta-feira (28) uma corrente de oração. O encontro foi convocado pela direção da escola, que suspendeu as aulas por um dia.
Moradores pediram justiça durante virgília em frente à delegacia (Foto: Catarina Costa/G1)Moradores pediram justiça durante virgília em frente
à delegacia (Foto: Catarina Costa/G1)
Já no Centro da cidade, uma multidão se aglomerou em frente à delegacia desde a noite dessa quarta-feira (27) e chegaram a tocar fogo em pneus. Revoltados com o crime e a falta de segurança, populares gritaram por 'Justiça', quando os policiais transferiram os quatro suspeitos de participar do estupro coletivo para Campo Maior.
Uma multidão se aglomerou em frente a delegacia de Castelo do Piauí (Foto: Catarina Costa/G1)Uma multidão se aglomerou em frente a delegacia
de Castelo do Piauí (Foto: Catarina Costa/G1)
"Foi uma barbaridade, não tem como se revoltar com este crime. Até eu, que não conhecia as meninas, me sinto solidária e triste com a situação", comentou a moradora Maria das Dores.
O aposentado Manoel Silva é outro que se mobilizou em prol das vítimas. A sua neta é amiga de duas das adolescentes agredidas e desde da noite anterior participa da vírgilia em frente à delegacia. "Fiquei emocionado quando soube, pensei logo nas minhas netas que são da mesma idade. Castelo está violenta e não tem justiça para isto. O pessoal ficou revoltado com razão e é nossa obrigação nos manifestar por algo errado", declarou.
O tio de uma das vítimas também esteve na delegacia e agradeceu o apoio da população e cobrou mais policiamento para conter as bocas de fumo na cidade. "Tanta violência é um descaso. Queria entender porque a polícia não combate o comércio de droga no município. É agustiante não poder fazer nada, mas agradeço toda a mobilização dos moradores", comentou.
Entenda o caso
Quatro adolescentes foram brutamente agredidas, estupradas e depois amarradas no final da tarde da quarta-feira (27). Segundo o delegado Laércio Evangelista, as vítimas teriam saído para tirar fotos em um ponto turístico da cidade, quando foram rendidas por cinco homens.
Durante a madrugada desta quinta-feira (28) a polícia apreendeu quatro dos cinco suspeitos de participar do estupro coletivo. Todos foram transferidos para a Delegacia de Campo Maior.

'Não acredito nessa barbaridade', diz mãe de garota violentada no Piauí


Quatro adolescentes foram agredidas, estupradas e jogadas de penhasco.
Todas as vítimas permanecem internadas por conta das lesões graves.


Catarina Costa e Patrícia AndradeDo G1 PI, em Castelo do Piauí
mãe de uma das garotas brutalmente violentada na cidade de Castelo do Piauí, declarou ao G1 que ainda não consegue acreditar em tudo que aconteceu. “Não sei como isso foi acontecer. Não consigo acreditar nessa barbaridade”, falou. Nessa quarta-feira (27), cinco homens, sendo quatro menores, amarraram, violentaram e espancaram quatro adolescentes. Quatro suspeitos foram apreendidos e um é considerado foragido pela Polícia Civil.
Mãe de uma das garotas violentadas em Castelo do Piauí (Foto: Catarina Costa/G1)Mãe de uma das garotas violentadas em Castelo
do Piauí (Foto: Catarina Costa/G1)
A filha dela é a que está em estado mais grave e permanece internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Urgência de Teresina. Segundo boletim médico divulgado às 12h desta quinta-feira (28), a garota teve traumatismo craniano e chegou a perder parte de uma orelha.
A mãe relatou que chegou a falar com a filha pelo telefone por volta das 16h30 de ontem e a garota informou que estava saindo com as amigas para fazer fotos para um trabalho da escola. As quatro meninas violentadas e jogadas de um penhasco com mais de 10 metros de altura, segundo a perícia da Polícia Civil, cursam o 3º ano do ensino médio. Duas têm 17 anos, uma 16 e a outra 15 anos.

“Não perguntei para ela onde era e só às 17h30, quando cheguei em casa, um dos meus filhos disse que viu a moto da irmã passando no carro da polícia. Pensei que ela tinha sofrido um acidente ou se tratava de um sequestro, pois ninguém sabia onde ela estava. Liguei para as amigas dela e para os pais, que também ficaram aparvoados porque ninguém sabia o paradeiro delas”, contou.
Ela lembra que logo depois o irmão decidiu sair para procurar as meninas e foi até o conhecido Morro do Garrote. Após a notícia do desaparecimento das meninas se espalhar pela cidade, vários populares se mobilizaram para ajudar nas buscas.
As quatro adolescentes foram encontradas desacordadas, com graves ferimentos pelo corpo e levadas para o hospital da cidade. Por conta da gravidade, as jovens tiveram que ser transferidas para a capital.
Delegado Laércio Evangelista, responsável pela investigação (Foto: Catarina Costa/G1)Delegado Laércio Evangelista, responsável pela
investigação (Foto: Catarina Costa/G1)

“Quero justiça. Eles devem pagar pelo que fizeram e nem gosto de pensar em como a minha filha está nesse momento”, disse a mãe. 

O pai da garota também desabafou: “Nunca imaginei que isso poderia acontecer. O sentimento é de muita revolta porque eu sou um homem trabalhador e minha filha é muito organizada e responsável. Ela veio para a cidade para terminar os estudos. Quando chego, me deparo com uma situação dessas que nunca esperava”, disse.

Prima iria junto
A prima da garota internada em estado grave relatou que chegou a ser chamada para ir junto com o grupo fazer as fotos no Morro do Garrote, mas acabou chegando atrasada ao local que tinham marcado. “Era pra eu estar junto com minha prima. Acabei não encontrando elas”, disse.
Ainda conforme a familiar, a garota estava feliz porque havia feito recentemente a inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e saiu da zona rural no início do ano para estudar na cidade de Castelo do Piauí. “Quando confirmaram o que tinha acontecido com elas caí no chão, chorei muito. Foi horrível”, falou.
  •  
Uma multidão se aglomerou em frente a delegacia de Castelo do Piauí (Foto: Catarina Costa/G1)Uma multidão se aglomerou em frente a delegacia de Castelo do Piauí (Foto: Catarina Costa/G1)
Investigações
A polícia já apreendeu na manhã desta quinta-feira (28) quatro dos cinco suspeitos de participar do estupro coletivo. Todos são menores de idade e estão na delegacia de Campo Maior, a 85 km de Teresina. Segundo o delegado Laércio Evangelista, um dos adolescentes confessou o crime e delatou os demais. Nenhum deles ainda apresentou defesa.
A polícia descobriu o crime contra as adolescentes quando investigava um assalto a um posto de combustíveis ocorrido no dia 22 de maio. Durante as buscas por um dos criminosos foragidos no assalto, a polícia encontrou duas motos abandonadas no mato.
"Nós levamos essas motos para a delegacia e pouco depois familiares das meninas chegaram para registrar o desaparecimento. Ao ver as motos, os parentes reconheceram que eram as mesmas que as meninas andavam e aí começamos as buscas", disse o delegado Laércio Evangelista.
Segundo ele, o crime foi "muito bárbaro e cruel". "Eles cortaram os pulsos das meninas, furaram mamilos e olhos e depois ainda as arremessaram de cima de um morro", disse.

Garotas foram jogadas de penhasco com mais de 10 metros de altura



O delegado da Polícia Civil de Castelo do Piauí, Laércio Evangelista, afirmou em entrevista ao G1 queo crime contra as quatro adolescentes ocorrido na noite da quarta-feira (27) foi "cruel e muito bárbaro". De acordo com ele, as garotas sofreram várias agressões e ainda foram arremessadas do alto de um penhasco com mais de 10 metros de altura (assista ao vídeo acima).
Errata: Inicialmente, o delegado Laércio Evangelista havia informado que altura do penhasco era de cinco metros. Entretanto, a perícia da Polícia Civil foi ao local e constatou que a altura do morro ultrapassa os 10 metros. A informação foi corrigida às 19h04.
"Foi um crime muito bárbaro e cruel. Eles cortaram os pulsos das meninas, furaram mamilos e olhos e depois ainda as arremessaram de cima de um morro", disse o delegado. Segundo ele, as garotas ainda foram amarradas antes de sofrerem a violência sexual.
De acordo com a polícia, cinco homens participaram do crime. Quatro deles, todos menores de idade, já foram apreendidos e conduzidos para a delegacia da cidade de Campo Maior, a 78 Km de Teresina. Um outro suspeito ainda está foragido e a polícia realiza buscas na região para tentar prendê-lo.
Moradores pediram justiça durante virgília em frente à delegacia (Foto: Catarina Costa/G1)Moradores pediram justiça durante virgília em frente
à delegacia (Foto: Catarina Costa/G1)
Ainda de acordo com o delegado Laércio Evangelista, a polícia descobriu o crime contra as adolescentes quando investigava um assalto a um posto de combustíveis ocorrido na sexta-feira (22).
Durante as buscas por um dos criminosos foragidos no assalto, a polícia encontrou duas motos abandonadas no mato.
Gilberto Albuquerque, diretor do HUT (Foto: Ellyo Teixeira/G1)Gilberto Albuquerque, diretor do HUT
(Foto: Ellyo Teixeira/G1)
"Nós levamos essas motos para a delegacia e pouco depois familiares das meninas chegaram para registrar o desaparecimento. Ao ver as motos, os parentes reconheceram que eram as mesmas que as meninas andavam e aí começamos as buscas", disse o delegado.
Estado grave
Segundo ele, a própria polícia encontrou as adolescentes. As jovens foram levadas para o hospital da cidade e logo depois transferidas para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT). De acordo com a direção do hospital, são duas garotas de 17 anos, uma de 16 e outra de apenas 15 anos.
Conforme boletim médico divulgado pelo hospital às 12h, uma das adolescentes está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ela teve traumatismo craniano e chegou a perder parte da orelha. A garota também apresenta sangramento na barriga e os médicos tentam controlar a hemorragia.

Ainda de acordo com o boletim, outra garota sofreu afundamento da face do lado direito e também passou por cirurgia no pescoço. A adolescente que teve múltiplas lesões no couro cabeludo e ainda por todo o corpo está sob efeito de analgésico.

A única das garotas consciente ainda fala pouco e será transferida para um hospital particular por decisão da família.

"O estado em que essas meninas chegaram aqui nos assustou bastante. Todas foram vítimas de muitas lesões. Uma delas ainda está na UTI porque teve traumatismo craniano. Uma das meninas chegou a ficar com a face desfigurada", relatou o diretor do HUT, Gilberto Albuquerque.
Trabalho dos peritos
Cerca de dez peritos do Instituto Médico Legal (IML) foram ao Hospital de Urgência de Teresina para realizar exames. Segundo o diretor do IML, Antônio Nunes, material genético foi encontrado nas unhas das garotas, o que para ele indica que as vítimas lutaram com os agressores.

"Ainda não temos como precisar qual o instrumento usado nas agressões. Pode ter sido paus, pedras ou só socos. Há possibilidade de elas terem sido arrastadas antes de serem jogadas ou que tenham sido agredidas em um outro local e depois jogadas. Mas nós temos constatações graves, sendo que uma das adolescentes possui lesões sérias internada na UTI. Seguramente as meninas sofreram muito nas mãos dos suspeitos", explicou.
Cidade revoltada
Nesta manhã, o governo do estado divulgou uma nota lamentando o fato e manifestando solidariedade às famílias das adolescentes. A vice-governadora Margarete Coelho esteve no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) e disse que as vítimas estão sendo acompanhadas por uma equipe que envolve médicos, psicólogos e assistentes sociais.
Moradores revoltados atearam fogo em frente à delegacia  (Foto: João Pedro/Portal Mais Castelo)Moradores revoltados atearam fogo em frente à delegacia (Foto: João Pedro/Portal Mais Castelo)
"Todas estão em estado de choque e ainda não relataram aos familiares e para os policiais o que de fato aconteceu. Pelas características desse crime não se trata só de um estupro, mas de tentativa de homicídio", disse.

Além do Grupamento da Polícia Militar de Castelo, foram deslocados para a cidade três outras equipes, além do Gerente de Policiamento do Interior, delegado Willame Moraes para dar apoio ao trabalho do delegado regional, Laércio Evangelista.
Revoltados com a brutalidade do crime, moradores de Castelo do Piauí protestaram na frente da delegacia da cidade. Os protestos continuaram nesta quinta-feira (28). De acordo com o delegado Laércio Evangelista, a população cobra justiça.
"A população está em alvoroço cobrando justiça em frente à delegacia", disse o delegado. Segundo ele, os quatro menores apreendidos são conhecidos na cidade e já possuem diversas passagens pela polícia. O outro foragido é um ex-presidiário.

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Atriz e apresentadora brasileira revela: “Já tive 400 homens”


nubiaoliver

Núbia Óliver, que já estampou a capa de uma série de revistas voltadas para o público masculino e foi símbolo de beleza da década 1990, conta que já sofreu por ter uma vida íntima bastante agitada. A atriz e apresentadora de 41 anos é uma das convidadas do “Roberto Justus +”, do domingo (24), na Record. “Já tive 400 homens. Fui viciada  naquilo. Me fazia mal, precisei tomar remédio, fazer terapia, a ponto de ter dois, três parceiros no mesmo dia e não ser suficiente”, contou no programa.

fonte: varelanoticias
Proxima  → Página inicial